Bhava – Biocosméticos Open Source

Quando iniciei o processo de conscientização sobre meus hábitos de consumo entrei em um caminho sem volta que eu não imaginava onde iria parar. Não parou ainda. Continua se aprofundando, muitas vezes em aspectos nos quais eu não havia pensado a princípio

Primeiro foi a fase da alimentação, que aliás continua até hoje porque estar consciente não é o suficiente para mudar hábitos tão profundamente arraigados. Depois foi a época dos absorventes ecológicos e do coletor menstrual, esses absolutamente inseridos na rotina, há anos. Teve também a febre das feiras de trocas, participei de muitas até chegar na Feira Grátis, que realizo agora. E no último ano a pesquisa foi no campo dos produtos de limpeza e higiene pessoal.

Inicialmente comecei a buscar marcas alternativas, com menos ingredientes nocivos, o mais naturais possíveis, que não fazem teste em animais, etc. Depois de um tempo comecei a sentir a necessidade de fazer eu mesma alguns produtos. Fiz a oficina “A Faxina Ecológica”, realizada pela querida Gabriela Ventapane, e desde então venho produzindo a maior parte dos produtos de limpeza que utilizamos em casa. Também aprendi a fazer pasta de dente, desodorante, repelente e o que ainda compro, sempre busco a melhor procedência.

 

image

Gabriela Ventapane com a produção da oficina Faxina Ecológica

 

Comecei esse ano com o firme propósito de me aprofundar nesses experimentos e aprender a fazer novos produtos e nos últimos dias eu comecei a pensar em produzir aromatizadores com óleos essenciais de verdade, naturais e com efeitos terapêuticos. As sincronicidades da vida são tão incríveis que, antes mesmo que eu começasse a pesquisar as receitas, apareceu na minha linha do tempo a públicação de um casal de amigos que está lançando a Bhava, uma marca de biocosméticos totalmente Open Source!

Sabe o que isso significa?

Segundo a wikipedia:

“Código aberto, ou open source em inglês, é um modelo de desenvolvimento que promove um licenciamento livre para o design ou esquematização de um produto, e a redistribuição universal desse design ou esquema, dando a possibilidade para que qualquer um consulte, examine ou modifique o produto.”

Nesse caso isso quer dizer que todas as receitas, de todos os produtos que eles vendem estão disponíveis para que você possa prepará-los quando e onde quiser.

image

Não sabe onde comprar os ingredientes? A lista de todos os fornecedores com os respectivos contatos está disponível também.

E as embalagens? Também tem os fornecedores de todas as embalagens. E tem a arte gráfica dos rótulos autoadesivos e das tags também.

image

Você pode produzir cada um dos ítens na sua casa, com a marca e tudo. E vender, se quiser. Gente, será que só eu acho isso tão sensacional?

Você deve estar pensando: por que eles fariam isso? O que ganham em troca? Eles não tem medo que outras pessoas roubem seus clientes? Ou que os próprios clientes passem a manipular seus produtos e deixem de comprar deles? Eles estão predendo oportunidades de ganhar dinheiro!

Não, eles não tem medo. Esse casal, como eu, aprendeu a confiar na abundância. No paradigma da abundância não há porque ter medo. Ao contrário do que a sociedade nos ensinou a vida inteira, acreditamos que há o suficiente para todos. Como já dizia Gandhi, “No mundo há o suficiente para atender à necessidade de todos, o que não há é o suficiente para a cobiça de alguns…”

image

 

Em primeiro lugar eles estão lançando uma marca, portanto vendem os produtos e, acreditem, a grande maioria das pessoas prefere comprar do que ter todo o trabalho de fazer. Mas mesmo essas pessoas gostam da sensação de intimidade, de conhecer o produto, de saber como ele é feito e saber que, se elas quiserem, elas podem fazê-lo.

E a concorrência? Bem, nós não acreditamos nesse conceito também. Outros produtores de biocosméticos estão convidados a testar as receitas, aperfeiçoá-las as ou criar novas e compartilhar. E assim as possibilidades se multiplicam exponencialmente. Para todos.

Eles Também dão cursos de biocosmético pelo Brasil, recebendo os custos da viagem e contribuições livres e conscientes. Mesmo tendo todas as receitas disponíveis, quem não gostaria de aprender pessoalmente com esses dois, que lançaram esse conceito incrível?!

Contribuições também podem vir de quem decide produzir e vender com a marca, mas apenas se, quando e quanto cada pessoa quiser. E de quem simplesmente simpatiza com aideia e quer ver esse conceito fortalecido.

Mas o que eles mais ganham, de verdade, é o prazer de fazer o que gostam, na ecovila deliciosa onde moram, sem relógios de ponto, sem medo da concorrência, sem metas de vendas e com muito amor.

“Bháva (भाव em Sânscrito)

Condição que confere poder às nossas realizações.
A entrega no fazer.
Exultar-se com o que se faz é uma das características do bháva.

Bháva condiz com a emoção de se ouvir uma determinada música ou assistir a um belo filme, contemplar um pôr-do-sol ou as estrelas no firmamento.

Significa praticar sem expectativas de resultado, simplesmente pela arte em si, como a força de vida presente na Natureza, atuando na mecânica do Universo.”

Eu lhe pergunto: você ainda acha que eles perdem algo? 😉

 

One thought on “Bhava – Biocosméticos Open Source

  1. Olá! Adorei o texto! Entre minhas buscas, acabei encontrando esse site, achei tudo incrível, porém não encontrava informações sobre eles. Você sabe me dizer a respeito da entrega, se demora muito, como funciona essa questão? É que moro no interior do CE, então já demora um pouquinho mais que o normal. Agradeço se puder me informar.
    Abraço! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *